Destaques GERISK

    Serviços, Produtos e Treinamentos GERISK 2019

    1. Análise e MITIGAÇÃO dos RISCOS e INCERTEZAS: CONSULTORIA em Riscos, Incertezas, Confiabilidade, Integridade dos POÇOS e das Instalações de Produção de Petróleo & Gás Natural. Estudos probabilísticos de Viabilidade Técnica e Econômica considerando os aspectos sociais e ambientais presentes. Apoio ao atendimento das Exigências Legais.  (ANP, IBAMA, Internas e Externas);

    2. Projetos e GESTÃO PROATIVA de ATIVOS: projetos Exploratórios, Explotatórios, de Campos MADUROS e/ou MARGINAIS de Petróleo & Gás. Foco na SUSTENTABILIDADE: EVTEAS, PMO @Smart Track GERISK, Adaptive Well Construction;                                 

    3. Qualificação, Eng. da Confiabilidade e Disponibilidade:  Vida Útil dos Materiais, Componentes e Equipamentos, FMEA/FMECA, problemas nas Interfaces e Simulação de Monte Carlo;

    4. Energias Renováveis, Indústria 4.0 e a OTIMIZAÇÃOMicroCOGERAÇÃO, POÇO em "U", EngVALOR, Consultoria VIRTUAL e PPS GERISK;

    5. G CURSOS presencial, In Company, EAD e o B-learning GERISK : RISKproj, PetroNEG, Onshore Fields, EVTEAS, POÇOS I e II, Produção I e II, CustoPOÇO, Workover, QualiTEC, ViaPROJ, Inovar e, ainda,  cursos disponíveis sob demanda como SMESS, MudaProj, IntegraPOÇO, TeamGERISK, VALORnaPrática, GeSTRESS e até desenvolvidos para atender uma necessidade específica do Cliente. Exemplos práticos, vídeos, discussões e troca de experiência com especialistas convidados é a nossa Estratégia Educacional.

    Trabalhamos com profissionais experientes, a maioria oriundos da PETROBRAS, que estão sempre buscando equacionar os novos desafios e aproveitar as oportunidades incluindo aquelas da Indústria 4.0. Projeto OTIMIZADO e SUSTENTÁVEL, tão Rápido quanto Possível é o nosso maior Guideline.

    Saiba mais


    A atitude do MP para Mudar o Histórico trágico de Brumadinho e Mariana VALE a Pena. É Suficiente?

    Explicações claras e convincentes para justificar fatos difíceis de entender como o prédio Administrativo e o Refeitório da Barragem no caminho da Zona de Inundação, a aparente existência de Sirene de Alerta, em posição inadequada (e que não funcionou), o relato de pressões sobre profissionais envolvidos na avaliação dos Riscos existentes, a afirmação do gerente de que os dados de avaliação de risco e probabilidade de ruptura (fora do tecnicamente recomendado), não apenas de Brumadinho, mas de outras barragens do corredor sul e sudeste, eram de conhecimento de Diretores, dentre outras, precisam ser dadas com urgência e transparência. O que sabemos até o momento sobre Brumadinho já nos permite concluir que houve descontrole, ausência e/ou incorreção de Informações e possivelmente até condescendência de parte da Gestão Superior.

    Percepção inadequada, Otimismo exagerado e até falta de Conhecimento Técnico – sem falar nos interesses econômicos, pessoais e pressões políticas – são fatores que acreditamos contribuíram, e muito, para esse histórico Inaceitável de Falhas e Impactos em Mariana e Brumadinho. Cabe à sociedade brasileira – Empresas, Governo e Cidadãos – se mobilizar para mudarmos significativamente esse quadro.

    Atendendo à Recomendação 11/2019 do Ministério Público Federal e Estadual, em atuação coordenada com a Polícia Federal e a Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, o presidente da VALE e outros três diretores da companhia pediram afastamento temporário – que esperamos seja definitivo na ausência de explicações convincentes - de seus cargos em 03/03/2019.  Ao todo, foi pedido o afastamento de 14 pessoas da VALE, entre elas gerentes, geólogos e engenheiros. A Procuradoria solicitou ainda a proibição do ...  ------->

    Saiba mais


    Não VALE a pena Repensar o RISCO e o seu Dano Potencial Associado após o Acidente de BRUMADINHO?

    Passados pouco mais de três anos do episódio de Mariana, ocorre mais um acidente trágico e assustador em uma barragem de rejeitos de minério de ferro, desta vez com um número de vítimas fatais muito superior (pode passar de 300). O histórico de Falhas, incidentes e acidentes dessas estruturas no BRASIL e no mundo, considerando seus impactos socioambientais, têm se revelado além de preocupante: Inaceitável.

    O RISCO de um projeto é uma medida de duas dimensões: a) a variável Probabilidade e b) a variável Impacto. O RISCO procura medir as consequências de Não se atingir o objetivo dentro do intervalo de Tempo e Custo previstos. Envolve eventos que Podem ou Não Acontecer e, caso ocorram, geram efeitos indesejáveis no escopo, prazo e/ou custo. Geralmente os eventos de Risco já são parcialmente conhecidos e a sua variável Probabilidade depende do contexto interno e externo ao projeto.

    Na prática, o conceito de RISCO pode ser visto como qualquer evento não considerado no escopo e capaz de provocar algum impacto negativo (dano humano e/ou material, diminuição da segurança, aumento no tempo e/ou custo). Pode ser gerenciado sempre que for possível planejar e executar procedimentos capazes de diminuir a sua probabilidade de ocorrência e, ainda, por meio de ações denominadas mitigadoras reduzir ou até eliminar, no caso de ocorrência, o seu Impacto negativo. Evidentemente isso tem um custo associado.

    Já a INCERTEZA no resultado do projeto (escopo, prazo e custo), além do RISCO, está relacionada à ausência e/ou incorreção de Informação. No setor Petróleo, as Incertezas podem ser técnicas (tempo e produtividade dos poços, reservas), estratégicas (concorrentes), econômicas (preço, taxa diária de sondas) e, ainda, socioambientais. A Incerteza pode ser associada a um valor esperado e ....>

    Saiba mais


TV Web Gerisk

09.02.19

Um pequeno sobrevoo no Tempo: Rio Urucu – 30 anos de AMAZÔNIA

Veja mais

Destaques

03.03.19

Serviços, Produtos e Treinamentos GERISK 2019

Ler destaque

Downloads

24.09.18

Rio Oil 2018 – IBP1034_18

Saiba mais

Fórum Gerisk

Participe desse Fórum, dê sua opinião, e ajude a melhorar o setor de Petróleo e Gás Natural no BRASIL e no Mundo.

Saiba mais

G Consult

Aqui você conta com uma Equipe de Profissionais para apoiar sua Empresa ou Projeto.

Saiba mais

TV Web Gerisk

09.02.19

Um pequeno sobrevoo no Tempo: Rio Urucu – 30 anos de AMAZÔNIA

Veja mais

Artigos

Downloads

24.09.18

Rio Oil 2018 – IBP1034_18

Saiba mais

Fórum Gerisk

Participe desse Fórum, dê sua opinião, e ajude a melhorar o setor de Petróleo e Gás Natural no BRASIL e no Mundo.

Saiba mais

G Consult

Aqui você conta com uma Equipe de Profissionais para apoiar sua Empresa ou Projeto.

Saiba mais

Novidades

SIC 2018 – a COMPASS, a Manutenção Proativa, a Gestão de Ativos no contexto da Indústria 4.0 e a participação da GERISK Petróleo

11.08.18

O SIC 2018 foi realizado de 08 a 10/08 no Milenium Centro de Convenções em São Paulo. Esse importante evento anual da Confiabilidade teve como tema "Confiabilidade e transformação…

Saiba mais

Bolão GERISK Petróleo – RÚSSIA 2018: Veja os Campeões

20.07.18

A GERISK Petróleo em parceria com a Bolão VIP promoveu um Bolão durante a Copa da Rússia.  A intenção foi a  promover uma interação com alguns dos nossos parceiros.…

Saiba mais

Vídeos

Nós somos a GERISK 2018-19

16.09.18

Projetos Exploratórios, de Desenvolvimento da Produção e Campos Maduros/Marginais Onshore e Offshore Análise e Mitigação…

Visualizar vídeo

GERISK Petróleo na Rio Oil 2018

09.09.18

IBP1034_18 Produção Onshore no BRASIL: campos maduros e/ou marginais – mais que um desafio, uma…

Visualizar vídeo

Preço do Petróleo e Gás

Cotação (US$/bbl)

O Brent é negociado em Londres (International Petroleum Exchange)

Cotação (US$/bbl)

O West Texas Intermediate é negociado em Nova York (NYMEX)

Cotação (US$/MMBtu)

MM = milhão de Btu
Btu = Bristish Thermal Unit
1 Btu = 252,2 calorias